Fevereiro 25, 2020

Hugo Martins

by anabispo-admin in
“São já 20, os anos de partilha com a Ana Ramires. Como atleta de alto rendimento, como artista, com dirigente artístico, como pessoa…
Pela sua mão tomei uma das decisões mais importantes da minha vida – abandonei a minha carreira de piloto da TAP Portugal para dedicar-me ao que verdadeiramente me fazia e faz brilhar os olhos. Foi assim que, sem medo e contra todas as expectativas, me tornei bailarino e posteriormente produtor e director de estruturas artísticas.
Com uma rara capacidade de isolar cirurgicamente o essencial do acessório em questões de quaisquer temáticas, a Ana consegue, invariavelmente, identificar…”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *